Linguiça De Sangue: O Que é, Como Usar, e Exemplos de Receitas

Amada por uns e discriminada por outros, a linguiça de sangue é uma iguaria para palatos sofisticados e um belo petisco para encontros de amigos.

O ingrediente base é o sangue suíno.

A partir daí existem algumas variações que dependem do gosto de quem as faz e das tradições de cada lugar. Apresenta uma cor escura bem característica e a textura depende da receita utilizada em sua preparação.

A linguiça de sangue pode ser chamada de chouriço de sangue, morcela ou morcilla, dependendo da região ou do país.

Existem 2 tipos de linguiça feita com sangue:

  • Tem como base principal o sangue e deve, obrigatoriamente, ser cozinhada antes de utilizada. Tem um prazo de validade pequeno, 3 a 4 dias.
  • É uma mistura de carnes que leva uma percentagem mais pequena de sangue. Esta é mais consistente e é defumada por algum tempo. Depois desse processo pode ser armazenada por alguns meses.

Preparação caseira da linguiça de sangue

Para preparar em casa a linguiça de sangue do tipo 1, o segredo é evitar a coagulação do sangue. A adição de vinagre e sal na hora certa e na quantidade correta é o fator principal desta operação.

Se você adquire o sangue em um açougue, esta parte já está preparada, não precisa se preocupar. Ao fazer sua linguiça de sangue caseira, você pode usar temperos diferentes. Assim obtém uma maior variedade de sabores e texturas.

Linguiça de sangue caseira

Recipe by Rita Dias

Fazer linguiça de sangue caseira pode parecer um desafio, mas com alguma técnica consegue facilmente fazer esse delicioso embutido.

Ingredientes

  • 2 litros de sangue

  • 1 colher de sopa de sal

  • 1 pitada de pimenta do reino

  • 2 colheres de sopa de alho bem picado com um pouco de sal

  • 1 calabresa (opcional)

  • Cebolinha picada a gosto

  • 1 véu do bucho

  • Tripa de porco q.b. para encher.

Instruções

  • Cortar o véu do bucho muito fininho e reservar.
  • Colocar o sangue fresco num recipiente e garantir que não está com coágulos.
  • Juntar todos os ingredientes da receita e misturar bem, até que o sal esteja todo dissolvido.
  • Colocar a mistura, com a ajuda de um funil, dentro da tripa. Você pode fazer um funil com uma garrafa pet, se não tiver o utensílio especial para a tripa.
  • Amarrar bem as pontas das tripas para que a mistura não saia, deixando espaço vazio para não estourar quando começar a cozinhar.
  • É importante ter em conta que sempre que você usar a linguiça de sangue, é necessário cozinhar primeiro.
  • Coloque-a em água fria e leve ao fogo. Se a colocar diretamente em água quente, o choque térmico pode fazer com que ela abra algumas fissuras.
  • O tempo de cozedura depende da grossura da linguiça e pode variar entre 20 a 40 minutos.

Vìdeo da Receita

Linguiça de sangue caseira tipo 2 – a morcela portuguesa

O processo para preparar a famosa morcela portuguesa é um pouco mais complicado e o resultado também muito delicioso. Tem depois vários tipos de receita onde usar a morcela.

Podem ser consumidas logo, mas para que se conservem mais tempo essas linguiças ou morcelas passam por um processo de defumação. Quanto mais suave e moroso este processo, mais apurado o sabor e maior a data de validade.

Impressione os seus convidados com o melhor do nosso livro (ebook) de receitas

Receitas para usar linguiça de sangue

A linguiça de sangue pode ser usada de várias formas. Algumas vezes é incluída em pratos principais como acompanhamento, mas também pode ser a parte principal de uma deliciosa entrada.

Linguiça frita e cozida

Esse vídeo faz uma sugestão de 2 formas de apresentação de linguiça de sangue. Uma delas é frita e a outra refogada. As duas são simples de fazer e a combinação das plantas aromáticas na preparação faz a diferença no resultado final.

Você pode testar outros aromas, para variar o sabor de seu prato. A sugestão de salada dá um contraste fresco e é uma combinação fora da caixa.

Feijoada caipira completa

Essa receita deveria ser obrigatória para todo brasileiro experimentar. O sabor lembra tradição e a mistura dos ingredientes é perfeita.

Nessa receita você pode usar a linguiça de sangue dos dois tipos. Se usar a fresca, sugerimos que cozinhe à parte antes de adicionar ao prato.

Se sua escolha é a linguiça de sangue defumada, pode adicionar ao mesmo tempo que as outras linguiças da receita.

Arroz com linguiça completo feito na roça

Nessa sugestão você pode recordar os sabores de infância. A mistura dos enchidos com o arroz torna este prato perfeito para qualquer almoço de família.

Essa é mais uma receita que você pode personalizar com a sua linguiça de sangue preferida.

Macarrão com linguiça

Essa receita é ideal para aqueles dias em que precisa cozinhar e não tem muito tempo. É rápida e fácil de fazer.

Os ingredientes usados dão um toque de sofisticação e você pode usar uma mistura de linguiças nessa receita. Substitua um gomo de linguiça toscana pela linguiça de sangue de sua preferência.

Linguiça acebolada com purê de mandioca

Essa é daquelas receitas que nos deixam de água na boca só de pensar nela. Combina, com maestria, o sabor inconfundível da mandioca com a linguiça. O toque acebolado empresta mais textura e sabor ao prato.

Você pode servir ao almoço ou na janta.

É daquelas receitas rápidas e saborosas. Em vez da linguiça calabresa, a linguiça de sangue que mais gosta é uma sugestão arrojada e intensa.

Linguiça com quiabo

Essa mistura de linguiça com quiabo é ideal para você usar a linguiça de sangue. Pode fazer para servir de imediato ou para levar em sua marmita.

É uma receita rápida de se fazer e bem gostosa.

 Pode acompanhar com arroz ou com purê de mandioca, para absorver aquele molho gostoso que fica no refogado.

Massa fresca com molho de linguiça

Se você já experimentou massa fresca, sabe que seu sabor é inconfundível e que ela é ideal para qualquer prato com molho.

Então molho, ou ragu, de linguiça é uma receita que se adapta bem à massa fresca. Vamos testar?

Para incrementar essa receita, use a linguiça de sangue fresca. Depois de cozida, salteie ligeiramente num tacho com temperos a gosto e coloque por cima do molho já preparado.

Ovos com linguiça

Rápida, simples e económica, é assim que você pode falar dessa receita. Depois de a provar, vai também querer dizer que é bem saborosa.

Aqui você pode usar a linguiça de sangue fumada e incrementar o sabor.

Deixe os ovos no ponto que você mais gosta. No vídeo eles estão bem durinhos, mas pode cozinhar menos tempo para que fiquem mais fofos.

Sirva este prato com arroz e uma salada.

Omelete com linguiça

Se você gosta de omelete, esta receita é para si. Ela é simples e combina o sabor de uma linguiça com os ovos. Experimente substituir a calabresa pela linguiça de sangue e terá uma nova receita bem apetitosa.

Nossa sugestão é acrescentar queijo ralado aos ovos antes de os colocar na frigideira.

Risotto de linguiça

Arrisque fazer este risotto, usando metade de linguiça toscana e metade de linguiça de sangue fumada ou morcilha. Não só vai poder fazer uma receita rápida, como vai surpreender-se pelo sabor.

Sirva num jantar a dois para impressionar ou para comemorar, com um copo de vinho especial.
Ou faça para um almoço para as crianças, é rápido, fácil e elas vão adorar.

Creme de milho com linguiça

Sabor e texturas é o que diferencia esta receita. Já alguma vez pensou juntar ao tradicional creme de milho a linguiça de sangue?

Essa é uma sugestão que você vai amar.


Pode-se utilizar qualquer linguiça de sangue para essa receita. Tenha em conta que, se a linguiça estiver a desfazer-se um pouco, envolva-a muito suavemente.

Morcilha na parrilla

Quer servir como aperitivo ou entrada? Pode. Quer servir em tapas? Pode. Essa receita é para a linguiça de sangue fumada, ou morcilha, como você preferir chamar.

Depois de acender a brasa, aguarde até estar no ponto. Coloque a morcilha na grade e fique de olho para garantir que ela cozinhe no ponto certo. Depois só precisa de cortar, empratar e servir.

Veja mais receitas deliciosas no nosso livro de receitas e impressione todos os seus amigos e familiares. Clique na imagem para saber mais.

Rita
Rita é a administradora do blog BrasilcomSabor. Aprendeu a cozinhar em workshops e na Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril antes de passar a trabalhar em hotéis de 5 estrelas e passar por restaurantes com estrelas Michelin.